sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

RAININ WILD - 雷忍 ワイルド - JIRAYA



Esse ninja americano trabalha como caçador de recompensas. Sua roupa ninja é feito de denim (jeans) azul claro. Empunha um revólver Magnum juntamente com uma faca. No episódio 20, ele persegue Jiraiya a fim de conseguir uma suposta recompensa oferecida pelos Feiticeiros, mas une forças com Jiraiya no final do episódio quando os Feiticeiros o traem. Depois, começa a trabalhar para uma empresa pública de entretenimento a fim de juntar dinheiro para pagar sua viagem de volta para os Estados Unidos e acaba desafiando Jiraiya novamente no episódio 33 a um duelo. Desse ponto em diante, ele se torna um aliado de Jiraiya na última batalha contra o Clã Feiticeiros.


ABERTURA JASPION - 1985 (巨獣特捜ジャスピオン)


ABERTURA JAKQ - 1977 (ジャッカー電撃隊


LIVEMAN - 1988 (超獣戦隊ライブマン)


Choujuu Sentai Liveman (超獣戦隊ライブマン, Chōjū Sentai Raibuman?, traduzido como Esquadrão Super-Feras Liveman) é a 12ª série da franquia Super Sentai, produzida pela Toei Company entre 27 de fevereiro de 1988 a 21 de fevereiro de 1989, sucedendo Maskman e antecedendo Turboranger. 

Para ajudar no desenvolvimento da ciência mundial, foi criada a Academia, uma escola para cientistas. Um dia, porém, a Academia foi atacada pelo Exército Cerebral Volt, e seus três mais brilhantes estudantes foram seqüestrados. Dois anos depois, o Exército Volt voltou a atacar a academia, desta vez com os três alunos seqüestrados integrando suas fileiras. Neste ataque, a Academia foi destruída, e a maioria de seus alunos e professores, mortos.

Entretanto, após o primeiro ataque de Volt, o Dr. Hoshi, reitor da Academia, começou a desenvolver um projeto secreto de armas e armaduras capazes de fornecer habilidades sobre-humanas a seus portadores. Durante o segundo ataque, ele entregou tais armas para três de seus alunos, e designou o robô Colon para levá-los até sua base secreta e auxiliá-los no que fosse necessário. Assim surgiram os Livemen!

Inicialmente, os Livemen eram apenas três: Red Falcon, Yellow Lion e Blue Dolphin (a única mulher, reinaugurando a Era dos Sentai de Uma Mulher Só). Cada um recebeu uma armadura própria, e uma arma personalizada (Red - espada; Yellow - bazuca; Blue - arco-e-flechas). Cada Liveman possuía também uma motocicleta, um Liblaster (arma que poderia ser utilizada como espada ou pistola) e, unindo suas armas personalizadas (espada, bazuca e arco), formavam a Triple Bazooka, a arma que dava cabo dos monstros. Além de sua base Great Tortoise, localizada no fundo do mar onde antes era a ilha que sediava a Academia, os Livemen contavam com seu Liverobo, um robô gigante formado por Jet Falcon (um jato em formato de falcão), Land Lion (um leão gigante mecânico) e Aqua Dolphin (um submarino em formato de golfinho).

O objetivo do Exército Cerebral Volt era erradicar toda a raça humana, substituindo-a por uma raça de seres muito mais inteligentes, criados por engenharia genética. Um dos passos para este objetivo era seqüestrar mentes brilhantes e transformá-las em soldados de Volt. Seu líder era o Grande Professor Bias, auxiliado por seus três generais, Dr. Kempu, Dra. Mazenda e Dr. Obular, na verdade três dos mais brilhantes alunos da Academia, seqüestrados e modificados geneticamente. Outros membros de renome da galeria do mal eram o Dr. Ashura, antigo chefão do crime japonês, modificado geneticamente e com a habilidade de se dividir em três seres; e Guardnoid Gash, guarda-costas robótico de Bias armado com uma bazuca cujo disparo fazia os monstros mortos ficarem gigantes.

No capítulo 35, a equipe dos Livemen ganhou dois novos membros, Black Bison e Green Sai ("sai" significa "rinoceronte"), que eram irmãos de outros dois estudantes da Academia, que haviam sido selecionados para o projeto mas foram mortos durante o primeiro ataque de Volt. A arma personalizada de Black era um bastão Bo, e a de Green um par de bumerangues, mas estas não se uniam à Triple Bazooka. Ambos usavam um jipe para se locomover, e seus veículos, Bison Liner (um caminhão em formato de bisão) e Rhino Fire (um tanque em formato de rinoceronte) se combinavam para formar o robô Live Boxer. Mais do que isso, Live Boxer tinha a habilidade de se combinar a Liverobo, formando um robô maior ainda, o Super Liverobo.


quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

BLACK KAMEN RIDER - 1987 (仮面ライダーBLACK, Kamen Raidā Burakku)





Kamen Rider Black (仮面ライダーBLACK, Kamen Raidā Burakku, traduzido no Brasil como Black Kamen Rider e Blackman) é uma série de televisão japonesa do gênero tokusatsu pertencente à franquia dos Kamen Riders. Produzida pela Toei Company em associação com a Ishinomori Productions, foi exibida originalmente entre 4 de outubro de 1987 até 9 de outubro de 1988 

Kamen Rider Black foi o primeiro a ser exibido no Brasil, na década de 1990 pela Rede Manchete. Ele fez um gigantesco sucesso não só por aqui, mas também no Japão e em diversos outros países nos quais foi exibido, como França e Indonésia. Esse sucesso é normalmente atribuído ao clima da série, mais adulto que o dos demais Kamen Riders, colocando o herói no centro de conflitos como ter de combater seu próprio irmão.

Esse clima mais adulto encontra explicação nas origens da série: após publicar seu Kamen Rider ZX originalmente em um mangá, que fez um relativo sucesso, Ishinomori achou que esse também era um caminho viável para continuar lançando novos Kamen Riders, mesmo que as redes de televisão não se interessassem por eles. Ele, então, começou a trabalhar em uma série mais adulta, para ser publicada em uma revista direcionada ao público juvenil, e não ao infanto-juvenil como de costume. Paralelamente a isso, através da Toei, Ishinomori conseguiu um contrato com a Bandai, para lançar uma linha de brinquedos inspirados nesse novo personagem.

Por ter um clima diferente, Kamen Rider Black é totalmente dissociado dos Kamen Riders anteriores, embora use os mesmos elementos característicos da série. Na história de Kamen Rider Black, uma seita maligna conhecida como Gorgom contacta dois cientistas, Dr. Minami e Dr. Akizuki, oferecendo ajuda financeira em troca de seus filhos, que nasceram simultaneamente durante um eclipse solar. O Dr. Akizuki aceita, mas o Dr. Minami não, e acaba sendo morto. 

O Dr. Akizuki, então, cria o jovem Issamu (Kotaro no original japonês), filho do Dr. Minami, como se fosse seu próprio filho, junto com Nobuhiko, seu filho de verdade. Quando Issamu e Nobuhiko completam 19 anos, a Gorgom os leva para os transformar nos ciborgues Black Sun e Shadow Moon, respectivamente, incrustando em seus corpos as pedras sagradas conhecidas como Kingstones. O destino de Black Sun e Shadow Moon seria lutar até a morte, com o vencedor sendo proclamado o novo Imperador Secular, que lideraria Gorgom em sua conquista do universo. Após o sequestro, o Dr. Akizuki se arrepende, e tenta salvar os jovens, só conseguindo salvar Issamu. Parte da operação já havia sido feita, porém, e quando a Gorgom mata o Dr. Akizuki em represália, Issamu descobre que ele pode se transformar em ciborgue quando bem entender. Issamu decide então adotar o nome de Kamen Rider Black, para vingar a morte de seu pai, impedir Gorgom de conquistar o universo e tentar salvar seu irmão, já transformado em Shadow Moon.

Os principais personagens coadjuvantes de Kamen Rider Black são ligados não a Issamu, mas a Nobuhiko: Kyoko, sua irmã, perseguida pela Gorgom, que quer usar sua força vital para despertar o poder máximo de Shadow Moon; e Katsumi Satie Kida, namorada de Nobuhiko. Ambas ficam surpresas ao descobrir que Issamu é Black e horrorizadas ao descobrir que Nobuhiko é Shadow Moon, e acabam tendo de ser protegidas por Black das frequentes investidas da Gorgom. Outros coadjuvantes são Yochi Daimon, um cientista da Gorgom que muda de lado e passa a ajudar Black; e Massaru Todo, amigo de Issamu e dono de um restaurante no qual Kyoko trabalha.

A Gorgom é uma espécie de culto, liderada, como de costume, por uma figura misteriosa, o Grande Rei (Creation King no original) uma criatura de grande poder que está no final de sua existência, e deve ser substituído por Black Sun ou Shadow Moon para que a Gorgom continue ativa. Abaixo dele na hierarquia da organização vêm os três Sacerdotes, Danker, Baraom e Pérola (Darom, Barom e Bishiom no original). Danker é o mais antigo, e pode comandar pessoas com sua mente, apontando para elas; Baraom é um ciborgue, com mãos biônicas capazes de disparar lasers; e Pérola, a mulher do grupo, pode lançar raios pelos olhos. 

Kamen Rider Black teve um total de 51 episódios, exibidos entre outubro de 1987 e outubro de 1988, e dois filmes para o cinema, ambos de 1988. 

Além da série e dos filmes, Kamen Rider Black também foi estrela do mangá, o projeto original que lhe deu origem, publicado na Shonen Sunday junto com a série, e foi o primeiro Kamen Rider a estrelar um game, Kamen Rider Black: Taiketsu Shadow Moon, lançado para o Famicom, o NES japonês, em 1988. Seu sucesso também faria com que ele fosse o primeiro Kamen Rider a ganhar uma continuação, e com que Issamu Minami se tornasse o primeiro homem a interpretar o personagem duas vezes.


segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

MASKMAN - 1987 (光戦隊マスクマン, Hikari Sentai Masukuman)



Hikari Sentai Maskman (光戦隊マスクマン, Hikari Sentai Masukuman, traduzido como Esquadrão da Luz Maskman e lançado no Brasil como Defensores da Luz Maskman) é uma série televisiva japonesa do gênero tokusatsu, pertencente à franquia dos Super Sentais. Produzida pela Toei Company, foi exibida originalmente entre 28 de fevereiro de 1987 e 20 de fevereiro de 1988, totalizando 51 episódios. 

O Império Subterrâneo Tube sempre foi pacífico, até seu trono ser usurpado por Zehba, que agora quer invadir a superfície. A Princesa Mio é enviada para a superfície como espiã, mas se apaixona por um humano, Takeru. Ao voltar ao subterrâneo, Zehba decide aprisioná-la no gelo, como punição por se envolver com os habitantes da superfície.

Paralelemante a estes eventos, o Comandante Sugata está treinando quatro artistas marciais para que eles consigam usar o poder da Aura Mask, uma energia interna do corpo humano capaz de oferecer superpoderes. Takeru se une ao grupo, e logo os cinco se tornam capazes de utilizar a aura Mask, se tornando os Maskmen: Red Mask (Takeru), Black Mask, Blue Mask, Yellow Mask e Pink Mask (estas duas últimas eram mulheres). Cada Maskman contava com incríveis poderes conferidos por sua Aura Mask, além de uma Laser Magnum, uma arma que podia ser utilizada como pistola ou espada, e uma motocicleta (menos Red Mask, que tinha um bugre).

IGAM
Os cinco Maskman ainda tinham uma bazuca para dar cabo dos monstros, que não se separava como as de seus antecessores. Aliás, foram o primeiro Sentai a ter duas bazucas, pois no meio da série ganharam outra, esta parecida com um avião. Também foram o primeiro Sentai com um robô formado por cinco veículos ao invés de dois ou três, o Great Five, composto por Masky Fighter (jato), Masky Drill (perfuradeira), Masky Tank (tanque), Masky Jet (jato) e Masky Gyro (helicóptero). Lá pelo meio da série, o Great Five foi avariado, e enquanto estava em reparos foi utilizado o Galaxy Robo, que se transformava no caminhão Land Galaxy.

O Império Subterrâneo Tube era comandado pelo Imperador Zehba, que usurpou o trono, servido pelo Príncipe Igam (na verdade uma mulher criada como homem) e pela Princesa Mio, verdadeiros herdeiros do trono. Além de muitos ninjas e de um monstro gordo que atendia pelo nome de Anagmas e atuava como conselheiro, o Império Tube tinha Okelampa, o monstro de deixar os outros monstros gigantes.

Maskman foi o primeiro Sentai a ter um sexto integrante, ainda que por apenas um único capítulo: o X1 Mask, de uniforme verde, que na série era o protótipo dos atuais Maskman.


domingo, 26 de janeiro de 2014

KAMEN RIDER STRONGER - 1975 (仮面ライダーストロンガー, Kamen Raidā Sutorongā)


Kamen Rider Stronger (仮面ライダーストロンガー, Kamen Raidā Sutorongā?) é uma série de televisão japonesa do gênero tokusatsu criada por Shotaro Ishinomori, sendo a quinta produção da franquia Kamen Rider. Foi transmitida na emissora TBS de 5 de abril de 1975 até 27 de dezembro de 1975, durando 39 episódios e tendo sido exibida durante todos os sábados às 19:00. Kamen Rider Stronger foi uma co-produção entre a Ishimori Productions e a Toei Company.

Para garantir a exibição de uma nova série do Kamen Rider, Ishinomori teve de costurar um acordo: procurou a TBS, emissora que, em 1967, havia exibido Captain Ultra, e a convenceu a dividir os custos de produção com a MBS. Segundo o acordo, a TBS exibiria a nova série em Tóquio, enquanto a MBS a exibiria no restante do Japão.

Essa nova série se chamaria Kamen Rider Stronger, e traria um Cavaleiro Mascarado inspirado não no gafanhoto, como de costume, mas no besouro-rinoceronte japonês, o inseto mais famoso do Japão. Apesar do nome, Kamen Rider Stronger não é exatamente o mais forte de todos os Kamen Riders; seus poderes, ao invés de na força bruta, são baseados na eletricidade, com Stronger tendo a habilidade de canalizar descargas elétricas através de seus socos e chutes. Stronger também seria o primeiro Kamen Rider a mudar de forma durante o Charge Up - modo que o Kamen Rider original, Kamen Rider 2, Kamen Rider V3 e Kamen Rider X também possuíam, durante o qual ficam mais fortes, rápidos e ágeis, mas que, até então, era sinalizado apenas por música, ou, no caso de Kamen Rider X, de uma fumaça saindo de seu corpo. Kamen Rider Stronger, durante o Charge Up, ficava com partes do corpo prateadas, e o "S" em seu peito girava. Além disso, ele precisava se livrar da imensa quantidade de energia - canalizando-a em um golpe contra um oponente - dentro de um minuto, ou ela o faria explodir.

Com Kamen Rider Stronger, ao invés de inventar, Ishinomori tentaria uma espécie de volta às origens: a organização criminosa da vez, Black Satan, é formada por antigos membros da Shocker, e tenta restaurar sua antiga glória da mesma forma, sequestrando humanos e transformando-os em ciborgues. Durante um ataque da Black Satan, o jovem Goro Numata acaba morto. Seu melhor amigo, Shigeru Jou, aparentemente sem saber do assassinato, se oferece para se unir à organização, se transformando voluntariamente em ciborgue. Mas Shigeru, na verdade, deseja usar os poderes de ciborgue para destruir a Black Satan e vingar o amigo, e está apenas fingindo desconhecer que os vilões o mataram. Quando a operação está concluída, mas antes da providencial lavagem cerebral, ele ataca os cientistas da Black Satan e foge.

Como de costume, a Black Satan é liderada por uma entidade figurativa, o Great Boss. O comando mesmo fica nas mãos de dois rivais, Hitotsume Titan, que pode assumir uma forma humana chamada Mr. Titan; e o General Shadow, armado com a poderosíssima espada Shadow Sword. No episódio 13, Stronger consegue destruir Titan, mas no 17 ele é ressucitado ainda mais forte, como Hyakume Titan - hitotsume significa "um olho", enquanto hyakume significa "cem olhos" - destruído novamente no episódio 23. Os soldados furrecas da organização se parecem com corujas, e se chamam, simplesmente, Black Satan Soldiers.

No episódio 26, Stronger consegue destruir Great Boss, o que leva General Shadow a fugir junto com os oito mais poderosos ciborgues da Black Satan e criar sua própria organização, o Exército Delza. Esses ciborgues eram tão poderosos que somente os esforços combinados de sete Kamen Riders - o Kamen Rider original, Kamen Rider 2, Kamen Rider V3, Riderman, Kamen Rider X, Kamen Rider Amazon e Kamen Rider Stronger - conseguiriam destruí-los, pondo um fim à ameaça de uma vez por todas. Esses Kamen Riders todos apareceriam juntos nos últimos episódios da série, que tiveram uma audiência enorme, e motivaram a Toei e a MBS a gravar um episódio especial, que iria ao ar em janeiro de 1976, com o nome de Zenin Shuugou! 7 nin no Kamen Rider!! ("Todos juntos! Sete Kamen Riders!!"), no qual todos os sete Kamen Riders se uniriam para desvendar um mistério envolvendo um fantasma de um samurai.

Todos os episódios de Kamen Rider Stronger, aliás, tiveram boa audiência, ao contrário do que ocorreu com seus dois antecessores. Ao todo, foram 39, exibidos entre abril e dezembro de 1975, mais um filme para o cinema, uma versão estendida do episódio 7. 


KAIKETSU ZUBAT - 1977 (快傑ズバット, Kaiketsu Zubatto)


Mais uma criação de Ishinomori, o Extraordinário Zubat -  onomatopeia para o som de uma chicotada - foi uma nova tentativa de se criar um tokusatsu mais ao estilo dos super-heróis norte-americanos. Escaldada pelo fracasso de The Kagestar, a TV Asahi preferiu não apostar no herói, que foi então oferecido à TV Tokyo para ser exibido após Ninja Captor. A TV Tokyo aceitou e não se arrependeu: com 32 episódios, exibidos entre fevereiro e setembro de 1977, mais um filme para o cinema, Zubat foi um grande sucesso - elogiado por resgatar o clima dos tokusatsu das décadas de 1950 e 1960, mas com um toque dos anos 1970 - e é, até hoje, um dos heróis deste estilo mais conhecidos no Japão.

Zubat é, na verdade, o detetive Ken Hayakawa, que se veste e age como um caubói, carrega seu violão para todo canto, e está sempre com um sorriso enigmático nos lábios. Quando seu melhor amigo, o cientista Goro Asuka, é assassinado por uma organização criminosa conhecida como Dakker, Ken decide pegar o projeto de um traje especial que Goro estava desenvolvendo para astronautas e adaptá-lo para o combate ao crime, para frustrar os planos dos vilões. Diferentemente da maioria dos heróis de tokusatsu, Zubat não se transforma: Ken carrega seu uniforme dentro de seu violão, e o libera através de um botão secreto, vestindo-o para combater os soldados da Dakker.

As principais armas de Zubat são seu chicote, sua arma registrada, e adagas de arremesso em formato de Z. Após derrotar os inimigos, Zubat deixa em seus corpos um cartão com a letra Z, para que a Dakker saiba que foi ele o responsável. O traje de Zubat amplia sua força, velocidade, agilidade e resistência, mas possui um defeito: só pode ser usado por máximo cinco minutos antes de esgotar totalmente suas energias; se continuar sendo usado além desse tempo, explodirá, matando quem o estiver vestindo. Ken não precisa tirar completamente o traje para "desligá-lo" - um simples ato como abrir a viseira do capacete já impede a explosão - mas, enquanto está desligado, o traje não confere nenhuma habilidade especial. Também seguindo planos deixados por Goro para um veículo de exploração lunar, Ken consegue criar o Zubacar, o veículo de Zubat, um carro movido a um reator nuclear  armado com metralhadoras e mísseis.

Os principais coadjuvantes da série são a irmã de Goro, Midori, professora do jardim de infância, secretamente apaixonada por Zubat, e a quem Ken se sente em dívida por não ter conseguido impedir a morte do irmão; e o menino Osamu Terada, maior fã de Ken, que insiste em ser seu assistente e "ajudá-lo" a solucionar crimes. Ao estilo dos heróis norte-americanos, Midori e Osamu não sabem que Ken e Zubat são a mesma pessoa; o único que conhece este segredo é Shingo Toujou, chefe de polícia e amigo de infância do detetive.

Uma curiosidade sobre Zubat é que Ken Hayakawa é interpretado por uma verdadeira lenda do tokusatsu, o ator Hiroshi Miyauchi. Estreando em séries da Toei no papel do Kamen Rider V3, e tendo interpretado o Ao Ranger em Go Ranger - outro tipo caubói com violão e sorriso enigmático - depois de Zubat Miyauchi apareceria em uma dezena de outros tokusatsu, interpretando, inclusive, o Big One de JAKQ e o o chefe de polícia Shunsuke Massaki, de Winspector, Solbrain e Exceedraft.






ABERTURA GORANGER - 1975 (秘密戦隊ゴレンジャー Himitsu Sentai Gorenjā)


ULTRAMAN ACE - 1972 (ウルトラマンA(エース) Urutoraman Ēsu)


ULTRAMAN LEO - 1974 (ウルトラマンレオ, Urutoraman Reo)


sábado, 25 de janeiro de 2014

DELL-STAR - (宇宙忍 デモスト, Uchūnin Demosuto) - JIRAYA



Esse Ninja Extra-terreno é um dos mais terríveis inimigos de Jiraiya, pode separar a cabeça do corpo e disparar raios. Tem mais de 2 mil anos de vida e chegou a Terra junto do antepassado de Toha, o primeiro Jiraiya por quem foi aprisionado em uma caverna. Por esse motivo tem um ódio mortal por Jiraiya e deseja mata-lo e tomar Pako para si. Tem uma uma poderosa espada chamada Satã que é rival da espada Olímpica de Jiraiya.


IMPERADOR NEROZ - METALDER (超人機メタルダー, Chōjinki Metarudā)


O Major Issao Muraki, foi um dos cientistas que trabalhou no Projeto Homem-Máquina, auxiliando Dr. Koga. Porém, foi descoberto mais tarde que Issao Muraki utilizava prisioneiros de guerra da Federação, em experiências mutantes, a fim de concretizar o Homem-Máquina antes do Dr. Koga. Ele foi expulso do grupo que trabalhava no Projeto, foi julgado e condenado à morte por seus crimes em Singapura. Através de um suborno, ele conseguiu ser substituído na hora da execução e conseguiu fugir incógnito do Japão, passando à viver na América, onde uniu-se ao maior Sindicato Criminoso do mundo. 

Através de uma perfeita cirurgia plástica, trocou de rosto e identidade e passou à chamar-se Makoto Dolbara! Degrau à degrau, ele foi conquistando todos os sindicatos criminosos e tornou-se o criminoso mais poderosos do mundo. Com sua imensa fortuna, submeteu-se à uma série de cirurgias mutantes, onde transfigurou-se na horrenda figura do Imperador Neroz e com seu conhecimento científico, desenvolveu as quatro Unidades de seu Império, que controlavam o mundo todo em seu nome.


ABERTURA WINSPECTOR - 1990 (特警ウインスペクター Tokkei Uinsupekutā)


WINSPECTOR - 1990 (特警ウインスペクター, Tokkei Uinsupekutā)



Tokkei Winspector (特警ウインスペクター, Tokkei Uinsupekutā, traduzido literalmente como Polícia Especial Winspector, e lançado no Brasil sob o título de Esquadrão Especial Winspector) é uma série de televisão japonesa do gênero tokusatsu, pertencente à franquia dos Metal Heroes. Produzida pela Toei Company exibida originalmente entre 4 de fevereiro de 1990 e 13 de janeiro de 1991 pela TV Asahi, totalizando 49 episódios. 

A série narra as aventuras e missões do grupo de resgate chamado "Esquadrão Especial Winspector", que combate o crime e situações perigosas que a polícia convencional não pode resolver. A equipe é formada por um policial japonês chamado Liuma Ogawa e dois assistentes robôs (Biker e Highter). Foi a primeira série da trilogia dos Rescue Heroes.

O progresso científico e tecnológico, da mesma forma que trouxe bem estar e conforto para a humanidade, também permitiu que assassinos, destruidores de meio ambiente e bandidos de toda a espécie cometessem suas atrocidades de maneira mais fácil e impune.

Seguindo os ideais de um amigo policial que havia morrido, o Chefe Shunsuke Masaki organiza uma força especial de combate a crimes, como forma de equilibrar as forças do bem e do mal, surgindo assim Winspector.

Composto por Liuma Ogawa (Ryuma Kagawa no original) usando a armadura especial Fire; Biker e Highter (Bikel e Walter no original), magníficos robôs criados pelos cientistas da polícia; a policial campeã olímpica de tiro ao alvo Junko Fugino; Hissae Koyama(a filha do amigo policial que faleceu); o oficial de manutenção Nonoyama e o mini-robozinho Demitaz.

Ao final da série, os integrantes de Winspector são promovidos e vão para a França, para fazer parte da Winspector Internacional. Chefe Masaki fica no japão e cria uma nova equipe, chamada Solbrain, para continuar combatendo o crime, já que o Japão nao poderia ficar desprotegido.


FLASHMAN - 1986 (超新星フラッシュマン, Chōshinsei Furasshuman)



Choushinsei Flashman (超新星フラッシュマン, Chōshinsei Furasshuman, traduzido como Supernova Flashman e lançado no Brasil como Comando Estelar Flashman) é um seriado televisivo japonês do gênero tokusatsu, pertencente à franquia dos Super Sentais. Produzido pela Toei Company, foi exibido entre 1º de março de 1986 e 21 de fevereiro de 1987 pela TV Asahi. Estreou no Brasil em 13 de março de 1989 na Rede Manchete, onde ficou até 1992. 

Há 20 anos, cinco jovens foram seqüestrados da Terra por Piratas Espaciais. No meio do caminho, eles foram salvos por alienígenas do Planeta Flash, e levados para serem criados no Planeta e em suas quatro luas. Após um rigoroso treinamento, os jovens receberam armas, armaduras e veículos, e decidiram retornar à Terra, para combater o maligno Império Mess, supostamente responsável por seu seqüestro, e para tentar encontrar suas famílias.

Além de seus uniformes, os Flashman também trouxeram do Planeta Flash uma base altamente equipada, a robô assistente Mag, os Prism Shooters (armas que podiam ser divididas em espadas e escudos), cinco bazucas que se uniam para formar a Rolling Vulcan (que matava os monstros), e seus três veículos, Tank Command (tanque), Jet Delta e Jet Seeker (jatos), que unidos formavam o robô Flash King.

O Império Mess é uma organização alienígena que invade planetas para conseguir material genético para suas experiências, com o objetivo de transformar seu Imperador, La Deus, no ser mais perfeito do universo. O cientista responsável por tais experimentos (e também por criar os monstros) era o Dr. Keflen, um humano abduzido pelo Império Mess. Seus comandados diretos eram Wandar um meio-morcego, e Nefer, uma meio-onça. 

No meio da série, surgiram os Piratas Espaciais, que haviam seqüestrado os Flashman há 20 anos, liderados por Kaura. Um de seus monstros acabou destruindo o Flash King, e os Flashman tiveram de lançar mão de um segundo robô, um caminhão cuja cabine se transformava em Titan Junior, e a carroceria se transformava em Gran Titan. 

No final, os Flashman conseguem derrotar o Império Mess, mas tiveram de deixar a Terra, pois estavam sofrendo do efeito anti-flash, e morreriam se não o fizessem. Isto fez com que Flashman fosse o primeiro Sentai sem um final totalmente feliz.




ABERTURA GEKKO KAMEN


ULTRAMAN MAX - 2005 (ウルトラマンマックス Urutoraman Makkusu)


SPIELVAN - 1986 (時空戦士スピルバン, Jikū Senshi Supiruban)



Jikuu Senshi Spielban (時空戦士スピルバン, Jikū Senshi Supiruban, traduzido como Guerreiro Dimensional Spielban, e lançado no Brasil sob o título de Jaspion 2, Spielvan) é uma série de televisão japonesa do gênero tokusatsu, pertencente à franquia dos Metal Heroes. Produzida pela Toei Company e exibida originalmente entre 7 de abril de 1986 e 9 de março de 1987 pela TV Asahi, totalizando 44 episódios. Posteriormente, foi adaptada para o público americano, juntamente com Metalder e Shaider, pela produtora norte-americana Saban Entertainment como a série VR Troopers.

Como a mistura de Metal Hero e Kaijuu feita em Jaspion não deu certo, a Toei decidiu retornar à fórmula dos Detetives Espaciais. Como esta fórmula também já estava gasta, mexeram em alguns detalhes, e o resultado foi o Guerreiro Dimensional Spielvan. Spielvan tinha muitos dos elementos presentes nos três primeiros Detetives Espaciais, mas nenhuma ligação com eles ou com a União das Patrulhas Galáticas. Apesar de ter feito um relativo sucesso, o final da série foi considerado pobre e confuso, o que acabou levando a Toei a abandonar esta fórmula de vez, inovando em seus próximos Metal Heroes.

O terrível Império Water, que na verdade é mais como um culto maligno, vaga pelo universo consumindo a água de planetas inteiros para poder garantir a sobrevivência de seu deus. Seu último ataque foi contra o planeta Clin. Antes de Clin ser completamente devastado, seu povo conseguiu salvar duas crianças, Spielvan e Diana, que foram colocadas na nave Defender (que no original se chamava Gran Nazca) para um dia poderem combater o Império Water. Spielvan e Diana cresceram à bordo do Defender, aprendendo a usar todas as suas armas. Ao descobrir que o Império Water rumava para a Terra, onde planejava consumir toda a água e destruir o planeta, Spielvan e Diana rumaram para cá, a fim de acabar com os vilões de uma vez por todas. Além de salvar o universo, Spielvan também tem um motivo pessoal para combater o Império Water: seu pai, Dr. Paul, e sua irmã Helen foram seqüestrados pelo Império no ataque a Clin, e ele pretende salvá-los.

Tanto Spielvan quanto Diana possuem armaduras feitas de Clin Metal, o que fez com que Diana fosse a primeira "Metal Heroine" da história do Tokusatsu. Através do comando "Kesshou" ("cristalizar"), a Defender lança micropartículas de Clin Metal sobre os jovens, que formam suas armaduras. Ao vestir a armadura, Spielvan ganha acesso a uma pistola e à famosa espada laser, que desta vez tem duas lâminas. Diana também possui uma pistola, e pode recarregar as energias da armadura de Spielvan ao custo de sua própria, bastando que eles dêem as mãos. Spielvan conta ainda com a habilidade Hyperslip, com a qual pode teletransportar a si e a uma quantidade indeterminada de inimigos para outra dimensão, para não colocar os transeuntes em perigo durante as batalhas.

A nave Defender, além de servir como base para Spielvan e Diana, ainda guarda os veículos da dupla, uma moto e um tanque capaz de se separar em jato e perfuradora. A Defender também pode assumir duas outras formas além da de nave, uma forma de robô gigante e uma de bazuca, disparada por um holograma gigante de Spielvan. No meio da série, Spielvan consegue libertar sua irmã Helen, que passa a também poder se vestir com uma armadura de Clin Metal (idêntica à de Diana), armada com uma foice.

O Império Water supostamente é um culto ao deus Water. Sua comandante é a Rainha Pandora, que, na verdade, é o próprio deus Water em forma humana. Water precisa de imensas quantidades de água para sobreviver, o que faz com que seus comandados destruam planetas inteiros. Pandora é auxiliada pelo Dr. Bio, que na verdade é o Dr. Paul, pai de Spielvan, após uma lavagem cerebral; pelo General Deslock, que também possui um tanque capaz de se dividir em jato e perfuradora; pelo Imperador Guillotine, que veio do século 23; e pela terrível guerreira Herbaira, que é ninguém menos que Helen após uma lavagem cerebral. Como já foi dito, Spielvan consegue salvar Helen, mas seu pai morre após uma batalha contra Pandora.


CHANGEMAN - 1985 (電撃戦隊チェンジマン, Dengeki Sentai Chenjiman)


Dengeki Sentai Changeman (電撃戦隊チェンジマン, Dengeki Sentai Chenjiman, traduzido e lançado no Brasil como Esquadrão Relâmpago Changeman) é uma série de televisão japonesa do gênero tokusatsu, parte da franquia dos Super Sentais. Produzida pela Toei Company, foi originalmente exibida pela TV Asahi entre 2 de fevereiro de 1985 e 22 de fevereiro de 1986, sucedendo Bioman e antecedendo Flashman.

Os Changeman ganharam seus poderes quando o Império Interestelar Gozma invadiu a Terra. Nesta ocasião, o Sargento Ibuki  havia selecionado cinco jovens do Grupo de Defesa da Terra, e os estava submetendo a um rigoroso treinamento. Repentinamente, a Terra se abriu, e os cinco jovens receberam a Força Terrena, que lhes conferiu o poder das feras mitológicas. Assim, eles foram transformados em Change Dragon (vermelho), Change Griffin (preto, e se pronuncia "grifon"), Change Pegasus (azul), Change Mermaid (branco, mulher, e se pronuncia "marmeid") e Change Phoenix (rosa, mulher).

Cada Changeman tinha uma Changespada, um conjunto de espada e escudo que, unidos, se transformava em uma arma laser. Cada um também tinha uma bazuca, e as cinco unidas formavam a Power Bazooka, a arma utilizada pra explodir os monstros. Cada Changeman ainda pilotava uma motocicleta (cada uma em sua cor própria!) e o grupo ainda contava com a Base Shuttle, uma espécie de ônibus espacial que carregava os outros três veículos: Jet Changer 1 (jato), Heli Changer 2 (helicóptero) e Land Changer 3 (tanque) que, unidos, formavam o Change Robô, equipado com a famosa Espada Relâmpago.

O Império Interestelar Gozma era, na verdade, um grupo de mercenários, cada um oriundo de um planeta diferente, reunidos e comandados com mão de ferro pelo Senhor Bazoo, um ser gigante sem braços ou pernas. No último capítulo, ficamos sabendo que Bazoo na verdade era uma projeção do Planeta Gozma, um planeta vivo. O comandante das tropas de Gozma era Jiluke, da Estrela Girath, que tentou trair Bazoo e acabou sendo morto, voltando depois como Jiluke Fantasma, e, após ser afetado pela aura de Nana (veja adiante), Super Jiluke. Jiluke tinha uma rival, a Rainha Ahameth, da Estrela Amazo, que possuía um dragão de duas cabeças chamado Jangeran, e foi chamada por Bazoo devido a seguidas falhas de Jiluke. 

Changeman foi o primeiro seriado a ter um "monstro que deixava os monstros gigantes", Gyodaai ("Gyodaaai! Gai gai gai gai gai!"), que tinha um olho dentro da boca, e após disparar seu raio aumentador, ficava exaurido de suas forças e desmaiava exausto. Outra personagem de destaque era Nana, a Garota do Planeta Tecnolíquel, cobiçada pelos vilões devido à aura que emitiria a passar da infância para a adolescência, e poderia aumentar o poder de qualquer ser vivo. 



QUADRIDEMOS (悪の四天王 Aku no Shiten'ō) - JASPION


Quadridemos (悪の四天王, Aku no Shiten'ō): estes renegados galácticos fazem sua estreia no episódio 13 como convocados por MacGaren para auxiliá-lo a destruir Jaspion e unificar na Terra o Império dos Monstros. Pouco é revelado sobre o passado deles. São eles:

Purima (ブリマ, Burima, ep. 13 a 44) e Gyoru (ギョール, Gyōru, "Guilleau", 13-44): originalmente membros do quarteto dos Quadridemos, as duas permanecem como guardas pessoais de MacGaren após a dissolução do grupo (devido às mortes dos outros dois componentes, Iki e Zampa). Purima é uma espécie de feiticeira treinada por Titânia (mas com poderes muito mais limitados que Kilza e Kilmaza) que se vale de espadas e uma bola de cristal capaz de ataques de raios de grande abrangência de área; Gyoru é uma espiã que usa uma flauta capaz de transformar a ela e a outros em animais, porém mais usada como arpão, bastão de combate e zarabatana. Morrem juntas no episódio 44 ("Retorno Satânico") ao se condensarem num tipo de besta espacial humanoide branca (parecendo uma mistura de leão, lobo e urso polar) para enfrentar Jaspion, que as fulminou juntas com seu Cosmic Laser.



Iki (イッキ, Iki, ep. 13 a 15): vindo de um planeta localizado no outro extremo da galáxia, é um cruel guarda-costas (ou ciborgue) membro dos Quadridemos, e o primeiro a morrer. Lutava com uma poderosa lança do tipo tridente e disparava suas próprias mãos como socos a jato. Foi o primeiro inimigo da série a ser vitimado pelo golpe fatal Cosmic Laser.



Zampa (ザンバ, Zanba, e. 13 a 18): maligno andróide membro dos Quadridemos, foi o segundo a ser destruído. Ele é o responsável pelas mortes de Kerly e Hanna, os pais biológicos de Jaspion, acreditando ser eles os causadores da destruição do Império das Máquinas, o qual ele pretendia governar. Sua arma primária era uma foice do tipo cimitarra unida a uma longa corrente e atirava raios laser de seus olhos. Na sua última luta contra Jaspion, ele "morre" por alguns poucos instantes e "ressuscita" em sua forma mecanizada. Apesar de sua força e resistência superiores, chegando a torturar Jaspion numa luta dificílima para o herói, Zampa acaba destruído.



sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

RETSUGA (星忍 烈牙, Hoshinin Retsukiba) - JIRAYA

 

 
 
Hoshinin Retsuga (星忍 烈牙, Hoshinin Retsukiba): "filho" postiço de Dokusai, usa um arco e flecha algumas vezes na série. Possui uma estrela gigantesca na testa usada como arma. Protagonizou várias lutas contra Jiraiya, inclusive recebendo o golpe "Espada Olímpica" e escapando vivo no primeiro episódio. Escapa vivo no fim da série. Hoshinin (星忍) significa "Ninja da Estrela", e Retsuga (烈牙?) significa "canino violento".

 

DOKUSAI (鬼忍 毒斎, Oninin Dokusai) - JIRAYA



Oninin Dokusai (鬼忍 毒斎, Oninin Dokusai): chefe e patriarca da Família dos Feiticeiros. No passado foi amigo e aprendiz da arte ninja juntamente com Tetsuzan. Matou a esposa de Tetsuzan para roubar a Inscrição, mas acabou ficando somente com a metade. Morre no final da série após ser derrotado em um combate definitivo com Jiraiya. Oninin (鬼忍) significa "Ogro Ninja", e Dokusai (毒斎?) significa "adorador de venenos".
 
 

ULTRAMAN - 1966 (ウルトラマン - Urutoraman)

 
 
 
Ultraman (ウルトラマン - Urutoraman) é uma série japonesa de tokusatsu que estreou em 1966. Foi o segundo seriado de TV exibido em cores na televisão japonesa. O sucesso de Ultraman foi tão grande que gerou uma franquia de séries e filmes que dura até hoje.
 
No Brasil, foi televisionada nos anos 60 e 80 pelas TV Tupi, Rede Bandeirantes, TV Record, TV Manchete e TVS. Nos anos 80, pelo SBT. Na Tupi, foi exibida durante anos dentro do programa Clube do Capitão Aza, sendo uma das principais atrações. Em 1971, foi lançada a série Regresso de Ultraman, que contava a história do seu alter-ego Hideki Go.
 
Foi por essa época que o público brasileiro começou a confundir essa série com a do primeiro Ultraman. Ela alternava horário com o Ultraman de Hideki Goh, fazendo confusão, entre os telespectadores, com o de Hayata, dando a entender que se tratava do mesmo herói, o que não era verdade.
 
Um alienígena vindo da Galáxia M-78 a bordo de uma cúpula vermelha, ao perseguir o monstro Bemlar, choca-se com a nave do oficial Shin Hayata da Patrulha Científica. Hayata não suporta a gravidade dos ferimentos e morre. Para reparar o erro, o misterioso alienígena funde sua energia vital à de Hayata, trazendo-o de volta a vida e entregando-lhe a Capsula Beta. Os feitos do Alien lhe deram poderes incríveis e agora Hayata pode se transformar em Ultraman para defender a Terra de qualquer ameaça.
 
E assim Hayata vai derrotando diversos monstros e outros invasores e sempre mantém sua identidade secreta em sigilo. Em diversas batalhas, Ultraman acaba se deparando com os Baltans-Seijins, aliens poderosos que queriam dominar a Terra e voltariam a atacá-la diversas vezes.
 
Uma vez enfrentou Zarabu-Seijin, um misterioso ser que queria dominar a Terra e colocar Ultraman contra a população. Para seu plano funcionar, ele escraviza astronautas que estavam a bordo de um foguete e aprisiona Hayata, transformando-se em um falso Ultraman. Depois de tentar muito, Hayata consegue se libertar e se transforma em Ultraman para enfrentar ZarabuSeijin.
 
Entre essa e muitas batalha de destaque, Hayata consegue ser um herói e ter uma vida normal junto com seus amigos da Patrulha Científica. Entre eles: o Capitão Muramatsu, Arashi, Ide (Ito na dublagem original) e Fuji. Apesar disso, ele sempre tem restrição com todos e nada se sabe sobre sua vida pessoal.
 
Por fim, Zeton-Seijin invade a Terra com um plano para exterminar Ultraman, que acaba sendo derrotado e morto. Vindo do espaço, surge Zoffy, um outro Ultra que aparece para resgatar Ultraman e levá-lo de volta a M-78, assim se separando de Hayata (este recebeu uma nova vida que Zoffy trouxera com ele).
 
Hayata voltou a aparecer se transformando em Ultraman como convidado nas séries O Regresso de Ultraman (1971), Ultraman Taro (1973) e Ultraman Mebius (2007). Na década de noventa, Ultraman também fez uma ponta num dos capítulos finais de Ultraman Tiga. No cinema, Hayata apareceu nos longa-metragens Ultraman Mebius & Ultraman Brothers (2006), Dai Kessen e Chou Ultra Hachi Kyodai (2008).

 
 
 

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

ABERTURA SPIDER-MAN - 1978 (スパイダーマン, Supaidāman)


SPIDER-MAN - 1978 (スパイダーマン, Supaidāman)

 
Spider-Man (スパイダーマン, Supaidāman) é uma live-action japonesa produzida pela Toei, baseado parcialmente no personagem da Marvel, Homem-Aranha. Ao todo, a série teve 41 episódios, exibidos Tokyo Channel 12 entre 17 de maio de 1978 e 14 de março de 1979
 
No final de 1977, a Toei fechou um acordo com a Marvel, nos termos do qual um poderia usar qualquer personagem do outro de qualquer forma que desejasse. O acordo era válido por três anos, e a iniciativa partiu da Marvel, que buscava uma maior penetração no mercado japonês.

Na mesma época, a Toei também negociava com a TV Tokyo, para a qual já havia produzido dois seriados de sucesso, Ninja Captor e Zubat, a produção de um terceiro, cujo protagonista seria uma versão fictícia do Príncipe Yamato Takeru, um dos maiores personagens da história japonesa, que seria transportado para a época atual por uma máquina do tempo. Aproveitando o acordo recém-firmado com a Marvel, a Toei decidiu colocar heróis Marvel como participações especiais em vários episódios dessa série, e começou a trabalhar no uniforme e características que o Homem-Aranha teria na tela.

Durante este estágio da produção o Homem-Aranha fez tanto sucesso entre a equipe que eles decidiram mudar completamente o foco da série, transformando-o em protagonista. Liderada pelo roteirista Susumu Takaku, essa equipe criaria uma versão tokusatsu do maior herói Marvel, que, além da aparência e poderes, não tinha mais absolutamente nada a ver com a versão original norte-americana. Ainda assim, a TV Tokyo pagou para ver, e o resultado foi um dos seriados de maior sucesso da história da Toei.
 
Em sua versão tokusatsu, o Homem-Aranha é o jovem japonês Takuya Yamashiro, piloto de motocicleta que, um dia, vê um disco voador cair na Terra. Indo até o local do impacto, ele descobre que trata-se da nave Marveller (em homenagem à Marvel), vinda do planeta Spider (que, se alguém aí não sabe, significa "aranha" em inglês). O piloto da nave, Garia, é o único sobrevivente do planeta Spider, e, antes de também morrer, injeta em Takuya um soro que lhe confere incríveis poderes relacionados às habilidades das aranhas.

Diferentemente de quase todos os outros heróis de tokusatsu, o Homem-Aranha possui uma identidade secreta. Para mantê-la, Takuya age como um bobalhão, o que faz com que ele seja vítima de bullying por parte de diversos de seus colegas, e não faça muito sucesso com as meninas, das quais sempre ouve frases do tipo "por que você não pode ser como o Homem-Aranha?". Ser um super-herói também faz com que ele não consiga viajar para participar de muitas corridas, então seu orçamento está sempre no vermelho, o que faz com que tenha de arrumar diversos bicos para se sustentar, o principal deles como fotógrafo no jornal onde trabalha sua melhor amiga e quase-namorada, Hitomi Sakuma.
 
 
O soro injetado por Garia confere a Takuya os poderes tradicionais do Homem-Aranha, como a capacidade de escalar paredes, força e agilidade ampliadas, e um sentido especial que o avisa quando sua vida ou a de seus entes queridos está em perigo. O soro também dá a Takuya um efeito colateral, o de ser especialmente suscetível a baixas temperaturas, até mesmo perdendo seus poderes quando exposto ao frio extremo. Além do soro, Garia dá a Takuya um bracelete, através do qual ele terá acesso à tecnologia do planeta Spider, como seu uniforme, chamado Spider-Protector. Ao ser liberado do bracelete, o uniforme "se veste" automaticamente em Takuya, aumentando sua resistência a dano e protegendo sua identidade. O bracelete também lança uma teia feita de um material especial chamado Spider-Fluid. Essa teia pode ser usada como corda, para que o Homem-Aranha se balance como o Tarzan em um cipó, ou como rede, para prender inimigos, e é produzida indefinidamente, com o Spider-Fluid jamais se esgotando.

Finalmente, o bracelete serve para o Homem-Aranha chamar e controlar remotamente seus dois veículos. O principal é o Spider-Machine GP-7, um carro de corrida voador equipado com metralhadoras e mísseis. Devido a restrições orçamentárias, o Homem-Aranha japonês raramente se locomove balançando entre os prédios como o norte-americano, sendo o GP-7 seu principal meio de transporte. O outro veículo é a própria espaçonave Marveller, a qual Garia confiou a Takuya para que não caísse nas mãos do Profesor Monster. Escondida em local secreto, a Marveller é equipada com canhões e pode se transformar no robô gigante Leopardon, armado com a espada Vigor, com o qual o Homem-Aranha enfrenta os mosntros gigantes do Iron Cross Army. Embora isso hoje seja praticamente uma tradição, o Homem-Aranha foi apenas o segundo herói da história do tokusatsu - depois de Ganbaron, produzido pela Soeisha e exibido em 1977, e que curiosamente era inspirado no Super-Homem - a pilotar um robô gigante - Giant Robo e Daitetsujin 17 não contam, pois nessas séries o herói era o próprio robô gigante.


A série fez um sucesso monstruoso, aumentando as vendas dos quadrinhos Marvel no Japão até além do que a editora esperava. Leopardon se tornou o brinquedo mais vendido da história do Japão até então, fato que estabeleceu a tradição do robô gigante nos seriados de tokusatsu, e sua capacidade de se transformar em nave seria a principal responsável pela criação, alguns anos mais tarde, dos Transformers.

O sucesso do Homem-Aranha japonês foi bom para a Toei e a Marvel, mas nem tanto para a TV Tokyo, beneficiando, ao invés disso, sua concorrente Asahi: para 1979, a Toei decidiu fazer uma versão japonesa do Capitão América, a qual chamaria, muito apropriadamente, de Capitão Japão. Durante a produção, entretanto, a equipe decidiu que seria válido dar mais uma chance aos sentai, e transformou o Capitão Japão no líder de uma equipe, a Battle Fever J. A Toei então ofereceu Battle Fever J para a TV Asahi, que ainda a pagou um bom dinheiro para que nenhum outro tokusatsu fosse exibido em um canal concorrente em 1979. Seria a última tentativa de fazer a parceria entre as duas engrenar.

Felizmente, deu certo. Usando vários dos elementos de Spiderman, como os uniformes guardados em braceletes e o robô gigante, Battle Fever J foi um grande sucesso, garantiu a encomenda de mais um sentai, Denjiman, igualmente bem-sucedido, o que por sua vez assegurou a sobrevivência do gênero até os dias de hoje, e solidificou a parceira da Toei com a Asahi, que se fortaleceu ainda mais em 1982 com a estreia de Gavan, que daria origem a mais um subgênero do tokusatsu, os Metal Heroes.