domingo, 26 de janeiro de 2014

KAIKETSU ZUBAT - 1977 (快傑ズバット, Kaiketsu Zubatto)


Mais uma criação de Ishinomori, o Extraordinário Zubat -  onomatopeia para o som de uma chicotada - foi uma nova tentativa de se criar um tokusatsu mais ao estilo dos super-heróis norte-americanos. Escaldada pelo fracasso de The Kagestar, a TV Asahi preferiu não apostar no herói, que foi então oferecido à TV Tokyo para ser exibido após Ninja Captor. A TV Tokyo aceitou e não se arrependeu: com 32 episódios, exibidos entre fevereiro e setembro de 1977, mais um filme para o cinema, Zubat foi um grande sucesso - elogiado por resgatar o clima dos tokusatsu das décadas de 1950 e 1960, mas com um toque dos anos 1970 - e é, até hoje, um dos heróis deste estilo mais conhecidos no Japão.

Zubat é, na verdade, o detetive Ken Hayakawa, que se veste e age como um caubói, carrega seu violão para todo canto, e está sempre com um sorriso enigmático nos lábios. Quando seu melhor amigo, o cientista Goro Asuka, é assassinado por uma organização criminosa conhecida como Dakker, Ken decide pegar o projeto de um traje especial que Goro estava desenvolvendo para astronautas e adaptá-lo para o combate ao crime, para frustrar os planos dos vilões. Diferentemente da maioria dos heróis de tokusatsu, Zubat não se transforma: Ken carrega seu uniforme dentro de seu violão, e o libera através de um botão secreto, vestindo-o para combater os soldados da Dakker.

As principais armas de Zubat são seu chicote, sua arma registrada, e adagas de arremesso em formato de Z. Após derrotar os inimigos, Zubat deixa em seus corpos um cartão com a letra Z, para que a Dakker saiba que foi ele o responsável. O traje de Zubat amplia sua força, velocidade, agilidade e resistência, mas possui um defeito: só pode ser usado por máximo cinco minutos antes de esgotar totalmente suas energias; se continuar sendo usado além desse tempo, explodirá, matando quem o estiver vestindo. Ken não precisa tirar completamente o traje para "desligá-lo" - um simples ato como abrir a viseira do capacete já impede a explosão - mas, enquanto está desligado, o traje não confere nenhuma habilidade especial. Também seguindo planos deixados por Goro para um veículo de exploração lunar, Ken consegue criar o Zubacar, o veículo de Zubat, um carro movido a um reator nuclear  armado com metralhadoras e mísseis.

Os principais coadjuvantes da série são a irmã de Goro, Midori, professora do jardim de infância, secretamente apaixonada por Zubat, e a quem Ken se sente em dívida por não ter conseguido impedir a morte do irmão; e o menino Osamu Terada, maior fã de Ken, que insiste em ser seu assistente e "ajudá-lo" a solucionar crimes. Ao estilo dos heróis norte-americanos, Midori e Osamu não sabem que Ken e Zubat são a mesma pessoa; o único que conhece este segredo é Shingo Toujou, chefe de polícia e amigo de infância do detetive.

Uma curiosidade sobre Zubat é que Ken Hayakawa é interpretado por uma verdadeira lenda do tokusatsu, o ator Hiroshi Miyauchi. Estreando em séries da Toei no papel do Kamen Rider V3, e tendo interpretado o Ao Ranger em Go Ranger - outro tipo caubói com violão e sorriso enigmático - depois de Zubat Miyauchi apareceria em uma dezena de outros tokusatsu, interpretando, inclusive, o Big One de JAKQ e o o chefe de polícia Shunsuke Massaki, de Winspector, Solbrain e Exceedraft.






Nenhum comentário:

Postar um comentário